Itaipu é premiada pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos por ações no combate à covid-19

A Itaipu Binacional foi uma das oito empresas reconhecidas pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) com o prêmio “Melhores Práticas em Equilíbrio Trabalho-Família”. A cerimônia de premiação aconteceu na tarde desta segunda-feira (5), com transmissão ao vivo pelas redes sociais do Ministério.

Itaipu foi a primeira colocada na categoria “Empresa estatal do Poder Executivo Federal, Estadual, Distrital ou Municipal”, com o projeto “Ações de Itaipu para o enfrentamento à covid-19”. O prêmio foi entregue pela ministra Damares Alves à a médica do trabalho Carla Pinna Guimarães Svoboda, que representou a Itaipu na solenidade.

“Todas as empresas que estão aqui são campeãs, por terem conseguido sobreviver à pandemia mantendo empregos e cuidando das nossas famílias”, disse a ministra. “Vocês foram valentes, se reinventaram e conseguiram, e estão fazendo história”, completou.

A secretária Nacional da Família, Ângela Gandra, lembrou a importância de investir na família. “Sabemos que as empresas enfrentaram muitos desafios e ficamos impressionados com o quanto as empresas focaram em seus funcionários e em suas famílias”, afirmou. “A ideia é replicar essas práticas”, garantiu ela.

Além da ministra, participaram da cerimônia a deputada federal Bia Kicis, presidente da Comissão de Constituição e Justiça; o deputado federal Diego Garcia, da Frente Parlamentar em Defesa da Família; a secretária Executiva do MMFDH, Tatiana Alvarenga; a secretária Nacional de Política para as Mulheres, Cristiane Britto; o secretário-adjunto de Gestão e Desempenho de Pessoal do Ministério da Economia, Fabio Teizo (participação on-line); e o assessor legislativo da Confederação Nacional do Comércio, Roberto Velloso.

Juntos, somos mais fortes

O tema do prêmio foi a “Implementação de boas práticas que favoreçam o equilíbrio entre o trabalho e a família no contexto da pandemia de covid-19”. A avaliação dos projetos considerou a criação de valor social, a eficácia, a inovação, a possibilidade de ser replicado e a intencionalidade.

O projeto inscrito pela Itaipu elencou iniciativas como a criação do Comitê Estratégico e Comitê Técnico Binacional de Enfrentamento à Pandemia; liberação de empregados para home office; abertura da Central Covid, canal estruturado para apoio aos empregados e seus familiares, com uma equipe fornecendo informações essenciais durante o enfrentamento da pandemia por covid- 19.

“Somos uma atividade essencial, a produção de energia não pode parar. As medidas empregadas pela Itaipu possibilitaram e possibilitam maior segurança, saúde e qualidade de vida para nossos trabalhadores e suas famílias. Juntos, somos mais fortes”, disse a superintendente de RH da Itaipu, Ivone Nagamatsu, no vídeo exibido durante a premiação.

Vencedores

Na categoria “Empresa estatal do Poder Executivo Federal, Estadual, Distrital ou Municipal”, o segundo lugar ficou para o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), com a ação “Segurança Familiar na Pandemia: Cinco Práticas adotadas pelo Serpro”.

As empresas de médio porte premiadas foram a Tox Pressotechnik do Brasil – Industria e Comércio de Equipamentos Ltda., em primeiro lugar com ação “Tox Família”; a Miranda Computação e Comércio Ltda., em 2º lugar, com a “Ação Família Miranda contra o covid-19”; e, em terceiro lugar, a Elo7 Serviços de Informática S.A., que implementou a ação “Qualidade de vida no trabalho remoto”.

Entre as empresas de grande porte, as premiadas foram o Banco Bradesco, com a campanha “Violência contra a mulher É DA NOSSA CONTA” (1º lugar); segundo lugar para a Máquinas Agrícolas Jacto S.A., com “Empresa Familiar Forte com Famílias Fortes”; e, em terceiro lugar, Algar Tecnologia e Consultoria S.A., com o projeto “Saúde e Bem-Estar na Tech ou no Lar”.

Além da honraria, os vencedores terão reconhecimento público das ações premiadas. Também poderão ter direito ao uso da marca nos meios de comunicação e junto aos fornecedores, prestadores de serviço e clientes.

A Itaipu

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, 2,7 bilhões de MWh. A hidrelétrica é responsável pelo abastecimento de aproximadamente 11% de toda a energia consumida pelo Brasil e aproximadamente 90% do Paraguai.